29 de janeiro de 2011

Paulo Francis e os romances


"Desisti de ler romances. Valery tinha razão. É impossível aguentar algo que começa "A Duquesa X acordou às 4 da tarde". Que que eu tenho com isso?"

Paulo Francis


A impressão que tenho ao ler hoje os escritos do Francis (não é da minha geração, infelizmente. Nunca vi suas reportagens para a televisão, nem li seus romances), é de um cara com um ego DESSE TAMANHO, e ao mesmo tempo com uma inteligência (com um baita conhecimento político/sociológico) DESSE TAMANHO, apresentados, quase sempre, com um humor muito peculiar. Gosto dele.



Obs: o trechinho  acima é de uma coluna de Francis, no jornal O Pasquim.
Extraído de  "O pasquim - Antologia - Volume III - 1973-1974. Editora Desiderata

PS: (para um draminha básico)

tenho escrito tão pouco aqui =( !
problemas humanos.
(naturais?)

2 comentários:

Í.ta** disse...

ah, o francis que vá tomar no meio do olho dele!

hahahahaha

gente polêmica é outra coisa, neam?

bjo!

Regina Carvalho disse...

Pois eu acompanhava o Diário da Corte do Francis - às vezes me divertia, às vezes me zangava, mas faz parte. Li Cabeça de Papel, mas juro que não me lembro dele... Gente polêmica é outra coisa... e gente velha, também! bj