16 de outubro de 2010

poemas para rezar

PROVINHA BRASIL

--Última Pergunta, meninada: O Estado é....?
-- Laaaaaaaaaaaaaaico.
-- Amém


NOTÍCIAS DE CANAÃ

nada de novo sob o sol, amor:
a mesma praia nudista
de sempre


ESTOPIM

esqueçam o tal do fruto
esse papo de pecado
tudo danou mesmo
quando a cobra
mordeu o seu rabo



BEST-SELLER

vida longa aos contos do vigário.


CHÁ DE BEBÊ

noite quente
piruetando entram
de repente
três ilusionistas

eis os presentes
beijo josé maria
pra gente
três donativos

é urgente
vamos indo
simples hotel
três estrelas

OITO OU OITENTA

deus e diabo:
dois
manequins

 mas o que siginifica isso?
-- maniqueísmo


POLÍTICA

na eleição dos profetas
seu judas foi
o mais votado


TELEVISÃO

muita sorte de jesus
ter sido crucificado
naqueles tempos


10%

dizimar é um ato muito justo
já diziam as escrituras


SÃO RIMBAUD

noite girândola
por aqui belas colunas
o inferno é lindo
pura e doce
tâmarazul
da cor do deserto.

MANDAÇÃO

Não cobiçarás a religião do próximo.


CONCLAVE

papa contra o verso
pudera
quem é que se orienta
com 119
 pontos cardeais?


PIPOCALIPSE

que azarado!
quando cheguei no cinema
o mundo já tinha acabado.

3 comentários:

Aninha Kita disse...

Crítico e pontual. Muito bom! ;)

Beijos!
Ana

Í.ta** disse...

cara, do cacete!

da televisão e do estopim eu me virei de rir, haha.

inteligentíssimos!

abração!

Moni. disse...

Pertinentes, subversivos, certeiros!

Muito, muito legais, Eduardo!

(sacada genial do pipocalipse!)

Adorei!
Beijos,

Moni