1 de maio de 2011

um poema de camila fortunato

sem querer



que às vezes você fere

sem querer ferir



e sem saber

destrói

o que há de ti

em mim



ai de ti, meu bem

que em meu peito morrerá

no fim

sem querer
 
 
------
 
clique AQUI para ler o poema em seu habitat natural

Um comentário:

Camila F. disse...

ô menino, brigada :-)

fico bem feliz que vc o tenha em seus guardados.

beijãoo