6 de dezembro de 2010

ritmo é o problema.
cena de faroeste:
alguém fica a atirar na ponta de meus dedos enquanto escrevo um poema.

3 comentários:

Aninha Kita disse...

Acho que os tiros têm intervalos regulares... :P
Ótimo poema!

Beijos, beijos.
Ana

Í.ta** disse...

ritmo é o problema.

certeiro isso!

abração.

Samia disse...

Adorei.
Você conseguiu.