24 de junho de 2011

é bom pensar em ti como imagem
esquecida duquesa pelo baralho
a morar para além dos ônibus e hospitais

e assim,
virtual vírgula
a morar na imperceptível pausa do orador
você se equivale a qualquer um que não vejo
à figuras móveis a deslizar pelo salão de conveniências
como se o não visto não fosse
(e não é)

invisível
talvez faça amor com outro homem ou mulher
na ranhura do tabuleiro, esquecido quintal, uma casa mexicana
quase-ímpar, você existe,virtual,
desvirtuosa maneira de amar

3 comentários:

Moni. disse...

Assim, no plano das conjecturas, acho que dá pra sair ileso, né?
(ou não...rs)

Beijos, Edu!

Moni

Eduardo Silveira disse...

péssimo "e assim etc"
parece que tá introduzindo uma conclusão para algo que mal apareceu. rever. rejogarforanolixo.

Eduardo Silveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.