6 de setembro de 2009

(E) História (s) da (s) Pátria (s)

notas de rodapé para um livro grosso e amarelo, repleto de desenhos e traças.

1 É tal a pobreza da contemporaneidade, que já fazemos paródias de paródias. Já nos faltam originais para gozar.

2 Para entendermos melhor o pensamento demoderno do brasileiro, é válido consultar uma obra rara que serviu de base para a formação - ideológica, moralógica, sexualógica e ilógica - do país. Chama-se Bíblia(data, editora e autores desconhecidos). Livro raro (há variações), pode ser encontrado em alguns museus móveis e arquivos históricos (alguns recentemente construídos).

3 À guisa de prefácio: esse livro que tens em mãos, não-leitor, é útil (modéstia à parte) por ser um compêndio sem qualquer palavra. Um livro cheio de desenhos e traças. Em resumo: um livro bem-traçado.

4 O continente americano é dividido em três regiões: a televisiva, a cartográfica e a porsisó. Regiões repletas de subsubsubdivisões, exceto a última. América Porsisó: pedregulho cheio de rachaduras a rolar pelo planeta.

5 Quando tomou essa decisão máxima, consumia-o uma forte apreensão. E ele - o líder-mor - sempre sóbrio em sua ociosidade, tomou sua decisão. Dose única. Mas embriagadora.

6 O lema de D. Manuel era 500 anos em 5.

7 A ditadura refletiu a fragmentação das classe sociais do país.
A ditadura (dura para uns)
A ditadura (dita dura somente, para outros)
foi um período de redeocompressão. Nesse sentido, é interessante obervar o caráter prefixal da memória do povo brasileiro, que às vezes parece esquecer o radical dessa palavra dita tão dura.

8 Há outra variação (mais brasileira) para essa frase: futebolis et televicenses (sem panis)

9 Ibidem. Idem. demo. Nota Benne. Abissus Abissum invocat.

10 História ou Estória do Brasil?

11 Talvez quem trilhe o melhor caminho para chegar às raízes da violência que acomete o ser humano seja o romanciólogo Nelson Rodrigues.

12 Menino Brasil jogou punhados de sal sobre a lesma Paraguai e ficou se rindo.

13 Se Malthus tivesse conhecido o Brasil, revisaria (ou queimaria) seus escritos.

14 farda fardo
fado fado
estou farto, eles estão fartos

Se o povo brasileiro soubesse o mínimo de gramática, a história seria outra.

15 Um paradoxo brasileiro está na pergunta-chave:
Se há tanta violência gratuita
por que, então, há tanta pobreza?

4 comentários:

Robson -' disse...

'- Interessante², meio confuso, mas beem criativo 66'

Jumbriano disse...

muito louco

Nota de rodapé#6 -> Eu ri

Nota de rodapé#13 -> A melhor!

Eduardo Silveira disse...

haha, legal

Eu gostei daquele do menina e da lesma. :P

e, sim, meio confuso mesmo.
mas é assim mesmo. :P

=D

Í.ta** disse...

eu acho a três a melhor!

e parabéns, cara!
muitíssimo bom!

comentei teu texto no blog do prolij.