27 de novembro de 2010

adolescência

Escola?
lá esqueço
o que sei

Catequese?
Encheu
o sacro

Passado?
dancei, cara
me ferrei

eu?
sombra que ilumina
meus pais

pais?
país do
por enquanto

Futuro?
dançarei
mais um tanto

3 comentários:

Í.ta** disse...

teu poema permite leituras das várias. que aqui não cabe linkar. adorei por isso mesmo. pelo quanto ele abre de conversas, como por exemplo a transição criança-adolescência-adultice. e por aí vai. abrir mão do que perante o que? e por aí vai, rsrs....

abração.

Aninha Kita disse...

Muito bom! Jeitinho sutil de criticar muitas coisas, "banais" (por corriqueiras), mas tão "significativas" em nossas vidas.

Beijos!
Ana

Moni. disse...

Bates de frente com conceitos cristalizados, com instituições...

Desdiz o que está dito.
Quebra o mito.

E eu adorei!!!

Beijos, querido!

Moni