15 de novembro de 2010

"Quem te perturba? Quem estremece teu coração? Quem tateia ao trinco de tua porta? Quem te chama da estrada sem, no entanto, entrar pela porta aberta? Ah! É precisamente aquele que perturbas, aquele cujo coração estremeces, aquele à porta do qual tateias, aquele que chamas da estrada e pela porta do qual não queres entrar".

Franz Kafka.

Uma passagem e tanto.

Citado por Harry Laus, em seu diário. (Impressões de Leituras. Editora Bernúncia.)
Não sei qual o tradutor, e nem de que obra o trecho é extraído. Talvez traduzido pelo próprio Laus, talvez extraído dos diários de kafka, que era uma leitura que ele vinha fazendo na época que transcreveu esse trecho. (novembro de 1951)

3 comentários:

Regina Carvalho disse...

Nunca li os diários do Kafka. O trecho aí deu vontade. Lindo!
bj

Eduardo Silveira disse...

ah, o efeito em mim foi o mesmo.

Í.ta** disse...

essa editora bernúncia tem umas coisas muito boas, né?

ótima postagem!

abração.