10 de novembro de 2010

um barato fundamental




eterno ex-estranho
ainda que eu não entenda
o vice rouco
do seu louco verso

de poema em poema
te entranho

Um comentário:

Í.ta** disse...

maravilhoso, du!

maravilhoso!

entranho.

abração!